fbpx

Blog

Master em Depilação a Laser

PÊLOS NAS FÉRIAS? NUNCA MAIS!

Passou as férias na ânsia de encontrar um centro de estética para poder fazer a sua depilação?

Levou consigo as giletes, cremes depilatórios?

Não faça mais isso, nós temos a solução e não, não lhe vamos dizer que encontramos a milagrosa DEPILAÇÃO DEFINITIVA! De todo que isso não existe. No entanto, existem sim, técnicas altamente qualificadas pela Academy Beauty School que realizaram o Master em Depilação a Laser.

O Master em Depilação a Laser é dos cursos mais completos que encontra na área da depilação. Composto por 50 horas de teorias e práticas absolutamente irresistíveis, conseguem adquirir conhecimentos acerca dos mais diversos tipos de laser e ainda luz pulsada passando ainda pela descoberta de toda a farmacologia direcionada para esta temática.

Um master em depilação a laser domina:

  • Conteúdos de anatomia e fisiologia da pele e do pelo;
  • Os diferentes tipos de Laser e os riscos associados;
  • As indicações e contra-indicações de cada tipo de laser;
  • A depilação a Laser adequada aos fotótipos e estado da pele;
  • Métodos e protocolos de trabalho adequados;
  • A cosmética no pré e pós Laser;
  • Os protocolos de segurança no protocolo de trabalho;
  • Uma atuação segura e eficaz na técnica de epilação a laser e luz pulsada.

A depilação a laser é uma técnica de remoção progressiva dos pelos das mais diversas zonas do corpo através da energia luminosa. O número de sessões varia entre os indivíduos e os resultados têm-se comprovado excelente tanto entre mulheres como homens que já não vivem sem.

Esta técnica remonta à década de 70, mas começou com pouco sucesso. Esta tecnologia era demasiado dolorosa, limitada e até ineficaz. Sem desistir destes aparelhos, Anderson e Parrisch colocaram um novo conceito no mercado, a fototermólise seletiva, que teve uma eficácia mais elevada.

Nos dias de hoje a procura pela depilação a laser tem aumentado a olhos vistos e existem diferentes tipos de equipamentos capazes de promover a depilação usualmente denominada como definitiva, algo incorreto pois esta técnica não consegue garantir que os pelos desapareçam para sempre.

De uma forma geral, peles brancas com pelos grossos e escuros respondem melhor à depilação a laser, logo, necessitam de menos sessões, no entanto isto não quer dizer que quem não se encaixa neste perfil não obtenha excelentes resultados como é o caso das peles escuras e bronzeadas a quem recomendamos sempre o Diodo ou o ND YAG.

A depilação com laser diodo elimina mais de 90% dos pelos, sendo necessárias cerca de 4-8 sessões com intervalo de 25 a 35 dias para eliminar totalmente os pelos da região tratada.

Como funciona a depilação a laser?

A técnica/master de laser emite um comprimento de onda que gera calor e que abrange o local onde o pelo cresce, danificando-o ocorrendo assim a eliminação do mesmo.

Antes de iniciar a sessão de laser, o terapeuta deve limpar de forma adequada a pele com higienizante para remover qualquer vestígio de oleosidade ou creme hidratante, e remover os pelos da região a ser tratada com uma lâmina ou creme depilatório para que o laser se possa concentrar apenas no bulbo piloso e de seguida o tratamento em laser está pronto a ser iniciado. 

No fim de cada uma das sessões, é recomendado um resfriar da pele, utilizando ou os equipamentos mais recentes que têm uma ponteira específica para o fazer no final do disparo do laser ou até com gelo ou spray frio e ainda uma loção calmante e ainda protetor solar.

Passadas duas semanas os pelos crescem?

O que acontece na realidade é que os pelos ficam soltos e caem, dando uma falsa aparência de crescimento, mas estes são facilmente removidos no banho com uma esfoliação da pele.

Apesar das inovações nos trazerem a solução a muitos dos nossos problemas, existe ainda um grupo de pessoas às quais esta técnica não se aplica, são elas:

  • Grávidas: Durante a gravidez, a depilação a laser não é recomendada, apesar de não haver nenhuma evidência que sugira que não é segura para o bebé. O melhor mesmo é não arriscar e fazer só depois do nascimento.
  • Recéns mamãs: Se está a amamentar, também deve evitar este tipo de depilação. As hormonas, provavelmente, vão causar alterações no crescimento do pelo, o que significa que os resultados podem não ser tão eficazes e não queremos desperdiçar tempo nem dinheiro.
  • Desaconselha-se ainda este procedimento a pessoas com as seguintes patologias: psoríase, distúrbios hemorrágicos, reações severas às histaminas, cirurgia anterior e ainda vitiligo.

Um alerta especial para quem toma medicação frequentemente. Não é de todo desconhecido que muitos medicamentos têm efeitos secundários e alguns podem mesmo tornar a sua pele mais fotossensível. Isto significa que sua pele pode reagir de forma negativa à mudança e, neste caso, à depilação a laser, não obtendo assim os tão desejados resultados.

Pelo que espera para aderir a esta tecnologia?